NO CAMINHO INTERIOR

domingo, 25 de abril de 2010
Por Fábio Cezar
fabiocezar@msn.com

O gênero humano aspira a um novo mundo, numa existência de felicidade plena, à luz da espiritualidade.

Entretanto, tendo em vista nossa atual condição de seres sofredores, apegados às paixões da existência material, a princípio, esta parece uma realidade distante e mesmo utópica.
Esquecemo-nos, porém, que sua distância é tão próxima quanto possamos alcançá-la pela força do querer e, mais ainda, pela iniciativa do fazer.

Tal é o despertar para a vida do espírito - o Reino dos Céus - a que Jesus anunciou e prometeu-nos a todos.

Ao contrário do que possam dizer os "falsos profetas", não há lugar para que se estabeleça ou tempo previsto para que se cumpra. O tempo certo é relativo a cada um, segundo nossas experiências e progresso individual.

Por mais remota que possamos imaginá-la, a Felicidade não se achará aqui ou ali, em algum ponto do Universo infinito; na verdade, seu germem já se encontra dentro de nós mesmos. O grande desafio da vida é, pois, descobri-la e cultivá-la no âmago de nosso ser.

O chamado há muito já fora feito, seja pelas palavras do Mestre ou pela voz íntima que nos fala à consciência, revelando-nos em particular o caminho a ser percorrido. Antes, adverte-nos, porém, lançando desafiadora sentença a quem possa ter ouvidos de ouvir: "Homem, conhece-te a ti mesmo!"

Jornal "O Clarim", Matão - SP, Novembro de 2009.

1 comentários:

Canhoto disse...

Querido amigo, depois de passar alguns anos chafurdado no mundo das energias de baixa vibração, resolvi dedicar este ano de 2010 a regeneração do meu espírito devedor. Assim acompanharei de perto suas postagens que com certeza contribuirão neste objetivo. Agradeço a sua bela iniciativa argumentativa.

Saudações, Hernany